30 Dicas: Decoração de Casamento Vintage/Rústico/Romântico + Fotos!


Aprenda a criar a decoração de casamento vintage perfeita para você

A tendência do vintage e invadiu não apenas a moda, a beleza e a decoração das casas, mas também a decoração dos casamentos. Um estilo vintage é caracterizado por elementos comumente usados no passado. Formas sinuosas, aspectos naturais e cores mais pálidas são apenas algumas características de como fazer uma decoração vintage bem característica e que com certeza arrancará elogios. Quer saber tudo o que você precisa conhecer sobre o assunto? Então veja como fazer uma decoração de casamento vintage.

Menos é mais

Embora a festa de casamento suntuosa, como muitas vezes vemos atualmente, seja um costume que vem das festas dadas pela realeza, esse conceito de casamento grande demais e chique demais é um conceito muito mais moderno do que antigo.

A própria ideia de conviver pessoas com as quais você não conversa tanto ou investir demais em toda a decoração é uma coisa que diz muito mais respeito à tendência atual de casamentos do que aos casamentos mais antigos em si. Por isso, se você quer uma decoração de casamento vintage é altamente recomendado que você aposte na simplicidade dos detalhes.

Isso não significa desleixo – muito pelo contrário, isso significa o máximo de cuidado com cada pequeno elemento para que tudo saia perfeito ao final. Isso também não significa falta de detalhes e, sim, uma seleção muito mais cuidadosa e relevante do que é realmente importante.

Considere fazer um casamento ao ar livre

Se você realmente quer um casamento vintage e quer manter tudo mais simples, então que tal fazer um casamento ao ar livre? Tudo bem, isso pode não ser muito o seu estilo, você pode ter medo de imprevistos, do tempo e de outros elementos, mas que tal pelo menos considerar a possibilidade?

Até porque quando você for procurar referências para o seu casamento vintage vai ser praticamente impossível encontrar um casamento que não tenha um pouquinho de grama aqui ou de areia ali. Então que tal arriscar?

É óbvio que você não deve tomar essa atitude de maneira precipitada e se no final das contas você não gosta do estilo, está tudo bem. Mas também é bem verdade que ao fazer um casamento mais natural você precisará de menos esforço e menos adaptação para acertar no casamento vintage.

Rústico e vintage conversam entre si

Já que estamos falando em casamento vintage e casamento ao livre, também é o momento de falar de casamento rústico. Isso porque embora esses dois estilos até possam parecer conflitantes entre si, a verdade é que eles conversam muito bem entre si.

Quer saber o porquê? A resposta é simples: em um mundo altamente tecnológico, cheio de referências, adornos e modernidades, escolher um casamento vintage é quase um ato de rebeldia. E sabe qual outro estilo também é um grito de rebeldia ao tradicionalismo padrão do casamento? Isso mesmo, o estilo rústico!

Se você escolher um estilo tradicional demais, certinho demais, clássico demais – do ponto de vista tradicional -, pode ter certeza que alguns elementos apenas não ficarão integrados à decoração e ficarão, inclusive, bem caricatos. Com a decoração rústica, por outro lado, você não corre esse risco. Sendo mais simples, ela é quase como uma tela em branco e você consegue incorporar muito bem os elementos vintage com os elementos rústicos. Afinal, o que combina mais com uma decoração de casamento vintage: uma mesa de madeira bem tradicional e imponente ou uma mesa metálica com recortes feito à laser e de material altamente tecnológico? Pois é.

Aposte em itens datados

Se você quiser identidade, fidelidade e autenticidade em seu casamento vintage é preciso apostar em itens datados. Entenda aqui que “datado” não é usado de maneira pejorativa e, sim, apenas para identificar uma característica de objetos que combinarão – e muito – com a sua festa.

Um dos itens mais clássicos é, sem dúvidas, a máquina de escrever. Se ela for colorida vai dar um charme ainda mais especial para a sua decoração, além de dar o tom da celebração para os seus convidados.

Outros itens que fazem muita diferença na decoração do casamento vintage são as cadeiras que serão usados para os convidados. Tudo bem que as cadeiras de acrílico são lindas, mas elas não têm nada a ver com a sua proposta. Por isso, é muito melhor investir em cadeiras de madeira, especialmente crua, e que possuam linhas mais sinuosas e mais antigas.

Gaiolas também são ótimas opções que, por algum motivo, remetem imediatamente a uma decoração mais provençal e, portanto, mais vintage. Quadrinhos de madeira, molduras de espelho, vasos compridos e arredondados e latinhas também ajudam a dar o toque que você deseja à comemoração.

Não exagere nas cores

Como agora você já sabe, a decoração de casamento vintage pede mais discrição e isso vale também para as cores. Então isso significa dizer que é muito improvável que você encontre um casamento vintage vermelho, rosa púrpura ou azul celeste. Se essa é a sua escolha e dela você não quer abrir mão, então repense a escolha da decoração.

De maneira geral, a decoração do casamento vintage possui tons mais claros e que possuem uma aparência proposital de apagados ou esmaecidos. Assim, em vez de um azul piscina vibrante em toda a sua glória, o casamento vintage vai preferir um casamento com um tom menos vibrante e, ainda assim, muito bonito. Por curiosidade, inclusive, esse tom é conhecido como azul Tiffany em referência à tradicionalíssima (e vintage!) joalheria Tiffany & Co.

Outros tons incluem o rosa queimado ou envelhecido, o amarelo pastel, o salmão, o azul bebê, o bege, o lavanda, o verde menta e, é claro, o branco. Isso significa que seu casamento precisa ser sem graça, sem vida e sem emoção? Não! Isso significa apenas que seu casamento não precisa ser um choque de cores e contrastes, porque isso não se relaciona diretamente com o vintage.

Escolha as flores sabiamente

Outro item muito (muito mesmo!) importante e que deve ser escolhido com calma são as flores que serão utilizadas no seu casamento. Isso porque um girassol, embora seja bonito, provavelmente não irá combinar tão bem com esse casamento quanto gérberas, tulipas ou margaridas, por exemplo.

Por isso, é muito importante que você pense não apenas em flores delicadas de tons mais calmos, como também em flores vintage. Isso existe? Por incrível que pareça, sim. Um bom exemplo de flor vintage é a hortênsia, que possui o tamanho, o formato, o volume e a cor perfeita para decorar o seu casamento.

As rosas de tom mais envelhecido e as peônias são outros clássicos das estampas vintage.

Repare só nas estampas florais mais antigas e veja como elas aparecem com mais frequência. As margaridas, como já dito, também são boas opções para decorar o seu casamento e, acredite se quiser, o hibisco também é uma opção bonita e nada óbvia para a sua decoração.

Preste atenção à iluminação

Sabe o que também é importante de observar ao criar uma decoração vintage? A iluminação! Pensar sobre isso é importante porque você pode acertar em tudo e em cada detalhe e acabar com todo o encanto vintage ao utilizar um jogo de luzes estroboscópicas bem no meio da sua festa.

Nesse sentido, o mais recomendado é optar por uma iluminação mais amarelada e mais quente. Normalmente essa iluminação é conseguida com o uso de velas ou lanternas marroquinas, mas você também pode utilizar lanternas de papel ou mesmo luzes pisca-pisca. Se o casamento for de dia você não irá precisar se preocupar com isso, já que terá à sua disposição a melhor iluminação existente: a natural.

Procure fugir de iluminações coloridas ou fortes demais, assim como de jogos de luzes que simplesmente não têm a ver com o tema. O máximo de iluminação que você pode utilizar é a luz branca ou levemente azulada para conseguir um aspecto mais clean. Fora disso, fuja.

O barato sai caro

Casamento vintage é sinal de casamento bem baratinho e que cabe no bolso, certo? Errado. Embora seja bem verdade que você pode (e deve!) utilizar muitos itens que já tem em casa ou que via encontrar em casas de amigos ou de parentes mais velhos, a verdade é que se você economizar demais, a decoração do seu casamento vai acabar ficando com cara de velha em vez de vintage.

Como você não quer passar a sensação de casamento mofado ou de “decorei-com-o-que-deu” é muito importante investir com cuidado nas peças e em cada item. Uma mesa de MDF, por exemplo, não vai criar nem de longe o mesmo efeito do que uma mesa de madeira maciça. Da mesma forma, uma gaiola metálica colorida e autêntica não vai ter o mesmo efeito de uma versão de plástico e assim sucessivamente. Por isso, nada de ficar querendo economizar demais em uma situação em que os detalhes são mais importantes do que a quantidade.

Pense nos pequenos detalhes

Falando em detalhes, inclusive, é muito importante que você pense em todas as minúcias que vão fazer parte da decoração. Se em uma casamento mais moderno a louça escolhida não faz tanta diferença, por exemplo, na decoração do casamento vintage isso faz toda a diferença.

O mesmo serve para os vasos dos arranjos das plantas, os guardanapos a serem utilizados, as lembrancinhas e até mesmo o simples posicionamento dos itens.

Embora essa possa parecer uma atitude desnecessária, o cuidado com os detalhes nessa decoração é importante pelo simples fato de que ela não conta com tantos detalhes. Isso significa que há poucas coisas – ou mesmo nada – para distrair os convidados, o que leva ao fato de que a atenção aos detalhes será maior. Por isso, não descuide de nenhum detalhe para que tudo fique harmônico.

Não se atenha apenas ao naked cake

Alguém falou em bolo vintage e você logo pensa em naked cake, aquele bolo sem cobertura e de aparência mais rústica? Embora isso não seja totalmente mentira, também não é preciso ser totalmente verdade.

Como assim? Embora o naked cake seja, sim, uma boa opção para a decoração de casamento vintage especialmente se for ao ar livre e/ou tiver um toque rústico, não há nada de errado com um bolo de glacê bem tradicional nesse casamento. Por isso, você pode investir em um bolo coberto de glacê e com detalhes clássicos ou mesmo com cobertura de fondant e coberto de flores – de açúcar ou não.

O que não vai ornar aqui é fazer um bolo colorido, em formato super diferente, que gira, acende e explode. Tirando isso, você pode, sim, optar por escolhas mais tradicionais e que não necessariamente gritem simplicidade.

Saia do convencional

Não é porque é vintage que você precisa ficar se atendo apenas a itens altamente tradicionais. Muito pelo contrário, inclusive: já que você decidiu por uma decoração de casamento vintage, por que não utilizar itens que saiam do senso comum?

Para isso, você pode utilizar livros antigos (desde que limpos) nas mesas dos convidados, molduras de madeira na mesa de doces, paletes de madeira no meio da decoração e até mesmo escadas ou bicicletas metálicas como parte da decoração.

A intenção aqui é utilizar itens que sejam, caracteristicamente vintage, mas quer não necessariamente tenham a ver com o casamento. Ao fazer isso, você cria uma decoração com muita personalidade e também muito singular.

Atenção ao vestido

O vestido da noiva – ou seja, o seu – pode até não fazer parte da decoração de casamento vintage, mas com certeza possui grande influência em como será a combinação com todo o visual que você criou. É por isso que não dá para criar um casamento vintage e aparecer trajando um vestido vermelho, por exemplo.

Não só a cor influencia, mas também o modelo e por isso é mais importante pensar em modelos clássicos, atemporais, tradicionais e, ao mesmo tempo, mais leves. Por isso, não é porque tradicional é uma boa escolha que você deve aparecer com um vestido estilo princesa de vários quilos e ainda mais camadas – porque não tem nada a ver com a sua proposta vintage, especialmente se for um casamento ao ar livre.

Por isso, prefira um vestido mais reto e mais simples, mas que conte com detalhes que fazem a diferença, como a renda. Também é importante que o vestido seja mais fluido e, assim como todo o casamento, não termine pecando pelo exagero.

Saber como fazer a decoração de casamento vintage é importante para que o resultado final não seja caricato ou então moderno demais. Ao saber que elementos escolher e porque escolhê-los, a garantia é de ter um casamento que vai te remeter diretamente para outras décadas.

Como vai ser o seu casamento? Comente abaixo!

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)