30 Modelos Lindos de Anel de Casamento + Significado Completo!


Pensando em oficializar a união? Saiba tudo sobre o anel de casamento

Na vida da maioria dos casais chega aquele momento em que ambos começam a pensar em dar o próximo passo. Assim, surge a conversa sobre casamento e o entusiasmo logo toma conta.

Todos os apaixonados sabem: não há símbolo maior da união de um casal do que o anel de casamento. Por esse motivo, sua escolha é tão difícil já que é uma joia que vai entrar para a história da família e ser usada por longos anos.

Para que a escolha do anel seja acertada e torne o momento da troca de alianças ainda mais especial, é importante seguir algumas dicas. A seguir você vai saber tudo sobre o anel de casamento e como escolher a melhor opção.

Seguir a tradição ou inovar?

Aqui no Brasil a tradição do anel de casamento é bem forte e seguida por grande parte dos noivos. O noivo pede a noiva em casamento e nessa data é feita a troca de alianças de noivado, que são usadas na mão direita por ambos.

Essas mesmas alianças devem ser polidas e, se desejado, é gravado a data do casamento na véspera da cerimônia. No dia de oficializar a união, há uma nova troca de alianças, utilizando as mesmas joias que foram usadas durante o noivado. Porém, elas se tornam alianças de casamento e passam a ser usadas na mão esquerda.

Se o desejo é inovar, em vez de seguir a tradição podem ser adotadas duas opções. A primeira é que o casal troque alianças no noivado e no dia do casamento há uma nova troca de anéis, só que os antigos modelos são substituídos por novos.

A outra opção, inspirada em tradições de outros países, é que o noivo presenteie a noiva com uma aliança de noivado, normalmente no modelo solitário que conta apenas com uma pedra – que pode ser de diamante. Essa aliança é usada pela noiva durante todo o noivado e o noivo não usa aliança.

No dia do casamento, há a troca de alianças com modelos especialmente comprados para o momento. A partir desse momento, o noivo passa a usar o anel de casamento e a noiva, normalmente, usa o dela junto com a aliança de noivado no mesmo dedo.

Mas como decidir? Aqui a dica é simples: se não há um orçamento disponível para comprar dois conjuntos de anéis ou uma aliança e o par de anéis de casamento, o melhor é seguir a tradição.

Porém, se há a possibilidade de investir mais nos anéis, o ideal é pensar que o valor alto das joias se deve ao material em que são feitas e que garante duração para a vida toda.

Essa decisão é pessoal e deve ser tomada pesando a situação financeira e o valor sentimental que as joias terão.

Como escolher o anel de casamento

Escolher o anel de casamento pode se tornar uma tarefa impossível se não houver foco e conhecimento sobre as diversas opções encontradas em joalherias. Por isso, além de ter em mente o gosto pessoal do casal é essencial saber alguns detalhes sobre os anéis a fim de facilitar a escolha. Veja a seguir:

* Material

Para escolher o anel de casamento, pode-se partir da escolha do material que as joias serão confeccionadas. Você vai encontrar opções como ouro, prata, platina e aço.

Cada material vai determinar o valor do anel, a platina, por exemplo, é uma das opções mais caras. Isso se deve ao fato do material ser mais pesado e durável.

Você pode começar decidindo se quer o visual tradicional das alianças douradas ou prateadas. Ao decidir isso, você pode escolher qual material gosta mais. Pense na durabilidade da peça ao escolher.

O ouro é sem dúvidas o mais vendido e procurado e pode ser encontrado em variações como amarelo, branco ou rosé. Ao optar por esse material, é importante observar o teor de ouro presente na joia. Existem três variações principais: 14k, 18k e 24k.

Apesar do ouro 24k ser considerado o mais puro, já que não possui outras ligas metálicas em sua composição, é mais maleável o que compromete sua resistência. Por isso, o anel de casamento deve ser feito com o ouro 18k para ter mais resistência. Esse material possui 75% de pureza e 25% de outras ligas metálicas como a prata e o cobre.

O ouro branco tem o aspecto prateado devido à presença de metais brancos na composição. Já o ouro rosé tem seu aspecto rosado pela presença de metais avermelhados como o cobre.

* Manutenção

Outro fator que pode ajudar na decisão é a manutenção do anel de casamento. No caso do ouro branco, por exemplo, é necessário fazer a manutenção a cada 6 meses na joalheria com um banho de ródio para garantir que o aspecto prateado esteja sempre em dia.

Se essa manutenção não for feita, os pigmentos amarelos presentes na composição do material podem acabar tornando a peça dourada. Pense que quanto mais manutenção for exigida pela joia, mais você terá que investir anualmente.

Por isso, converse com a pessoa responsável pela joalheria e procure saber que tipo de manutenção deve ser feita para preservar a beleza do anel.

* Formato

Outro ponto é escolher o formato da aliança corretamente para que seu uso não seja desconfortável. Você vai encontrar modelos retos, semi arredondados, arredondados e côncavos, por exemplo.

O ideal é apostar nos modelos arredondados que são mais anatômicos e não apertam o dedo. A dica principal aqui é experimentar os modelos para sentir qual você gosta mais e se sente mais confortável.

* Aplicação de pedras

Outro detalhe a se escolher é a aplicação de pedras, você vai encontrar alianças totalmente lisas, com detalhes em relevo e cravejadas. As pedras utilizadas podem ser diamantes ou zircônias, por exemplo.

Isso também vai afetar o preço dos anéis e normalmente apenas a aliança da noiva recebe a aplicação. Mas se o noivo desejar, também pode escolher um anel de casamento com algum detalhe.

Esse detalhe é opcional e vai depender do orçamento e do gosto pessoal do casal.

* Personalização

Para tornar o anel de casamento mais especial e único, uma boa pedida é personalizar ao máximo o modelo. Por isso, você vai encontrar a opção de aplicar pedras ou gravar o nome dos respectivos noivos em cada uma.

Outra opção é apostar no polimento ou escovamento das joias. Os anéis polidos ficam com aquele aspecto bem liso e brilhoso, já os escovados ganham um aspecto fosco. Tenha em mente que é possível fazer esses tratamentos nas alianças após o casamento caso mude de ideia.

O anel de casamento é uma peça que marca o início da vida a dois e por isso deve ser escolhido corretamente. Ao saber as diversas opções que pode encontrar e levando em consideração o gosto pessoal do casal e seu orçamento, escolher o anel perfeito vai ser uma tarefa mais simples.

O que achou? Qual você gostou mais? Comente!

Comente! Pergunte! Relate! Sugira!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe!

Seus amigos vão adorar! :)